Quem Somos | O que é? | Aparelhos | Artigos | Agenda | Testemunhos | Perguntas Frequentes | Links | Contato
HISTÓRIA EM QUADRINHOS, A EXPLICAÇÃO NA LINGUAGEM DO GABRIEL PARA A BOA REALIZAÇÃO DA CIRURGIA DE IMPLANTE COCLEAR
Ana Cláudia e Paulo Matos, pais de Gabriel Martins Matos, encontraram uma maneira criativa de demonstrar como seria a cirurgia e a evolução da cirurgia de implante coclear que o garoto passaria. Com a ajuda do cartunista - e amigo - Ronaldo Oliveira, os pais montaram uma história em quadrinhos com personagens similares aos amigos, equipe e familiares do Gabriel relatando o passo a passo da cirurgia e as mudanças pela qual o garoto passaria.
"Muito carinho e envolvimento para diminuir qualquer estresse em relação à cirurgia!". Foi assim que Ana Cláudia Martins, mãe de Gabriel, oito anos, descreveu o comprometimento da família em relação à cirurgia de implante coclear realizada em 29 de maio.

No primeiro mês de vida, Ana Cláudia descobriu a deficiência auditiva do filho, mas durante anos ela aguardou o momento da cirurgia. "Gabriel não tinha surdez profunda e só quando os exames demonstraram que já não havia mais audição, houve a liberação para a cirurgia. Mesmo assim, eu ainda me questionei se não devia respeitar a sua limitação. Então, ouvi de uma amiga extremamente religiosa que me marcou demais. 'Se Deus não quisesse que ele ouvisse, não teria inspirado tantos médicos e pesquisadores a criar - e utilizar - o aparelho'. Ouvi isso e pedi a Deus que me desse um sinal", comentou a mãe.

O seu pedido, segundo ela, logo foi confirmado. Em um domingo, Ana Cláudia estava na casa de praia de sua mãe, quando seu padastro chamou-a para ouvir uma chamada do Domingão do Faustão. "O Faustão chamava a atenção para uma reportagem sobre a cirurgia de implante coclear naquele domingo e a entrevista do Prof. Dr. Ricardo Bento. A partir daí, não tive mais dúvidas. Fui atrás do médico e depois do tempo necessário, partimos para a cirurgia. O problema, para mim, era como explicar o procedimento cirúrgico na linguagem do Gabriel" disse ela.

Quadrinhos em família
No trabalho, uma das companheiras de Ana Cláudia percebeu sua apreensão. E conversando com ela sugeriu que falasse com o Ronaldo, o ilustrador do Departamento de Divulgação da empresa, para juntos, pensarem em algo para auxiliarem o Gabriel. "Ronaldo me pediu as fotos e conversamos sobre uma história que seria o passa a passo da cirurgia. Eu só não tinha fotos da equipe. Procurei na internet e conseguimos produzir a revista do Gabriel. Ele gostou muito e foi o início de uma cirurgia bem sucedida", continuou a mãe.

A revista foi folheada várias vezes. E a história repetida todas as vezes que o garoto pedia. "O medo dele em relação à cirurgia sumiu e somos gratos ao Ronaldo por ter participado com tanto carinho. Esse é o nosso livrinho de recordações da fase anterior à audição do Gabriel, que já pronuncia nomes dos familiares e aprende, a cada dia que passa novas palavras, comunicando-se mais", disse ela.

"Foi muito gratificante participar desse processo. Montamos um roteiro de como seria a cirurgia e se ajudou - e bem - o Gabriel, esse é um projeto que pode se tornar realidade e ajudar a muitos", contou Ronaldo Oliveira, o ilustrador da revista.

Segundo o Prof. Dr. Ricardo Ferreira Bento, cirurgião responsável pelo implante coclear do Gabriel, sempre é muito importante o envolvimento da família no tratamento do implantado e essa história em quadrinhos foi uma atenção a mais junto ao paciente. "Uma iniciativa extremamente louvável. Tudo isso vai ajudar a refletir no bom desenvolvimento da audição", finalizou o médico.