Quem Somos | O que é? | Aparelhos | Artigos | Agenda | Testemunhos | Perguntas Frequentes | Links | Contato
Universidade Federal do Paraná consegue credenciamento SUS para cirurgias de implante coclear com apoio da FO
Foi uma espera grande - cerca de oito anos! -, mas com muita luta dos médicos do HC-FMUFP e apoio da Fundação Otorrinolaringologia, saiu publicado no Diário Oficial da União, no dia 18 de agosto, o credenciamento SUS para implante coclear no Estado do Paraná, assinada pelo Ministro da Saúde, José Gomes Temporão.
"Foram vários anos de luta e de tentativas frustradas, mas, enfim, conseguimos o credenciamento para realização de implante coclear pelo SUS", disse Prof. Dr. Rogério Hamerschmidt, quando, viu publicado no Diário Oficial da União, o credenciamento pelo SUS.

A portaria 2360, assinada pelo ministro da Saúde, José Gomes Temporão, foi publicada no dia 18 de agosto e marcou, com glória, o final da luta do professor titular de Otorrinolaringologia, Prof. Dr. Marcos Mocellin. "Para conseguirmos esse credenciamento, tivemos o apoio do Prof. Dr. Ricardo Ferreira Bento, da ABORL-CCF, da Fundação Otorrinolaringologia, do CBIC, através do Prof. Dr. Robinson Koji Tsuji e de todo um grupo de otorrinolaringologistas que abraçaram a causa e ajudaram a acontecer. E somos gratos a todos por isso", disse Hamerschimidt.

A equipe de Otorrinolaringologia do Hospital de Clínicas da Universidade Federal do Paraná é composta pelos médicos Marcos Mocellin, Rogério Hamerschimidt e conta com a coordenação da equipe de fonoaudiólogas, pela Dra. Gislaine Wiemes. "Todos nós já estamos prontos e preparados para o início do trabalho, pois já realizamos várias cirurgias pelos planos de saúde de implante coclear e quem vai ganhar com esse credenciamento é a população, que terá mais um serviço prestando esse tipo de cirurgia, principalmente aqueles que não têm acesso ao sistema privado de saúde", continuou Dr. Rogério.

Fila de espera

Durante anos, os otorrinolaringologistas do HC-FMUFPR diagnosticaram seus pacientes com surdez profunda e severa e enviaram para a realização de cirurgias no HC-FMUSP. Há alguns meses, entretanto, estavam cadastrando vários deles para a cirurgia de implante coclear na capital paranaense aguardando o credenciamento SUS. "Temos, cerca de 100 pessoas aguardando a cirurgia. Assim que correr os trâmites legais relacionados à compra dos aparelhos, iniciaremos esse projeto que de sonho transformou-se em realidade", finalizou o cirurgião.

"Para todos nós, é um prazer assistir essa luta transformar-se em realidade. Sabemos da importância da cirurgia do implante coclear e atender a população em seu local de origem, com profissionais capacitados, é extremamente importante para a evolução desse trabalho como um todo", disse Prof. Dr. Ricardo Ferreira Bento.